E é primavera!

22 de setembro de 2017 | Por Paula B
Alle Farben - Little Hollywood

Chegamos a estação mais colorida e florida do ano, pelo menos na teoria né… Aqui em São Paulo já estamos enfrentando temperaturas de verão para o meu desespero – me deixem curtir a primavera, aquela época que dá vontade de colocar flores em tudo! Vejam só que até eu que nunca fui de ter flores naturais em casa, ganhei um arranjo esses dias (mostrei lá no Instagram) e espalhei as flores pela casa toda para entrar no clima!

E nessa vibe de primavera, comecei a reparar em tudo que eu via que tinham flores envolvidas e trouxe para vocês mais uma lista de compras com as coisas mais fofas que eu achei para vocês também entrarem nesse clima!

primavera

  1. Vestido floral da Pop Up Store, na Farfetch;
  2. Rasteirinha em tecido natural flores, na Luisa Barcelos;
  3. Bolsa bordada (adoro esse modelo, super fácil de usar), na Renner;
  4. Blush Cheek Pop de Clinique que eu ficaria com dó de usar, na Sephora;
  5. Perfume Flower In The Air de Kenzo, na Sephora;
  6. Alpargatas de hibiscos da Shoestock, na Zattini;
  7. Caixa decorativa, na Imaginarium;
  8. Vela Simpática (que não tem flor mas eu associo a casa cheirosa que é a cara da estação) da Feito Brasil, na Sephora;
  9. Sandália Meia Pata de Jorge Alex, na Zattini;
  10. Perfume Daisy Dream de Marc Jacobs, na Sephora;
  11. Bolsa Mini Bag Shock de Petit Jolie, na Zattini;
  12. Kimono Flore Me de Billabong (amei ele!), na Nordstrom.

 

 ▸ Links Afiliados Esse post não é patrocinado mas eu recebo uma comissão pelas vendas realizadas através desses links.


Hot or Not? Fluido Hidratante Segredos de Camarim da Feito Brasil

20 de setembro de 2017 | Por Paula B
Lady Gaga - Million Reasons

No vídeo de Favoritos de Julho eu já falei do Fluido Hidratante Segredos de Camarim da Feito Brasil, e chegou a hora de fazer uma avaliação mais completa dele.

Fluido Hidratante Segredos de Camarim

Como eu já contei, eu fui a Sephora procurando um hidratante da Clinique, mas ele está sempre em falta nas lojas. Uma vendedora que acabou me apresentando a marca, que eu não conhecia e provavelmente passaria desapercebida quando eu estava olhando a loja. A Feito Brasil é uma marca nacional e que busca formulações mais naturais e não testa em animais.

A descrição do Fluido Hidratante Segredos de Camarim de acordo com o fabricante é a seguinte:

“Possui uma rica formulação, destinada aos cuidados específicos da face. Contém Silício Orgânico que restaura a elasticidade, tonicidade e firmeza da pele, além de hidratar de forma intensa. Contém Seda de Arroz e Tapioca que conferem um toque seco e suave, transmitindo “efeito mate” e sensação aveludada à pele. Com Proteínas de Soja e Trigo e Extrato de Aveia que promovem nutrição e maciez. A Água Floral de Hibiscus auxilia na renovação celular restabelecendo o brilho natural e elasticidade da pele.”

(como vocês podem notar pela blusa de lã, esse vídeo foi gravado mais de um mês atrás!)

Hot or Not? Fluido Hidratante Segredos de Camarim da Feito Brasil

  • Embalagem: 4
  • Textura e aplicação: 5
  • Fragrância: 4
  • Eficácia: 4
  • Preço: 4

Nota final: 4,2

Bem depois que eu gravei esse vídeo fui fazer a avaliação do produto no database da EWG – uma coisa que quero criar o hábito de fazer com todos os cosméticos que eu uso – e ele teve nota 3, que é uma boa nota (quanto menor melhor). Porém ele possui na fórmula DmDm hydantoin, um ingrediente conservante liberador de formol que pode causar alergias. Claro que a presença somente desse componente provavelmente não vai matar ninguém, mas eu acho importante a gente ter consciência de tudo que a gente usa, afinal certamente esse não vai ser o único produto que eu vou passar na minha pele e somando todos, posso estar aplicando “toneladas” de químicos perigosos sem perceber.

Fluido Hidratante Segredos de Camarim

Eu comprei o Fluido Hidratante Facial da Feito Brasil na Sephora por R$62,00 a embalagem com 50ml.

Se você já usou esse produto, conta aqui pra gente como foi a sua experiência com ele!

SaveSave

SaveSaveSaveSave


Paranapiacaba e muita neblina

18 de setembro de 2017 | Por Paula B
Ed Sheeran - Castle On The Hill

Posso colocar esse post na categoria viagem, já que levou quase duas horas para nós chegarmos na Vila de Paranapiacaba, certo? Fui dar um passeio por lá esse último domingo e achei que valeria a pena vir aqui contar para vocês como foi e dar algumas dicas para que o passeio de vocês não seja como o meu!

Paranapiacaba

Se você é de longe e ainda não ouviu falar de Paranapiacaba: é uma vila histórica que pertence a cidade de Santo André, cerca de 50 km de São Paulo. Foi construída por imigrantes britânicos no século XIX, quando eles vieram para cá para construir a primeira ferrovia por essas bandas de São Paulo. Dá pra chegar lá com o Expresso Turístico, que sai aos domingos da Estação da Luz em São Paulo ou de carro mesmo, que foi o que fizemos.

Paranapiacaba

Nós (eu e o meu marido) fomos até lá pois ele comprou um drone e estava procurando um lugar bacana para voar – não tem muita graça voar na cidade de São Paulo pois a visão não é das mais bonitas. Só que o passeio não foi muito planejado e meio que deu errado hahahahaha.

A vila em si é até que bonitinha – ainda que eu ache que deveria ser melhor cuidada já que é um patrimônio histórico. Para chegar nela é preciso passar por uma estradinha de terra – a Estrada de Paranapiacaba – o que leva uns 15 minutos. Lá, além da vila em si, tem alguns museus, lojas de artesanato e trilhas na mata para se fazer.

Paranapiacaba

A primeira coisa que eu tenho que avisar é: vá de manhã! Não importa como esteja o tempo onde você está, as chances de lá estar bem diferente são grandes. Em São Paulo estava muito sol e fazia 30˚C e por isso decidimos ir a tarde. Almoçamos cedo e chegamos lá por volta das 14h00 e a neblina já estava caindo. E não é pouca neblina não, eu nunca vi tanta na minha vida, nem quando fui a Londres! Me senti mesmo dentro de uma nuvem, o que fez com que a tarefa de fotografar ficasse bem complicada.

Além de não dar pra ver quase nada, o caminho de volta fica mais complicado, pois a visibilidade na estrada fica muito prejudicada. A única coisa boa era a temperatura, que estava por volta dos 17˚ na vila e eu dei graças a Deus de escapar do calor pelo menos por algumas horas.

Paranapiacaba

Paranapiacaba

Outra coisa que você precisa saber é: se quer fazer fotos, principalmente das paisagens, tente ir durante a semana. No domingo, mesmo com toda aquela neblina, estava lotado de gente, o que pode atrapalhar um pouco os seus cliques. Pelo que um funcionário do Museu Funicular nos informou, é permitido o voo de drones na vila (não dentro do museu), mas não conseguimos voar por causa da neblina.

A vila conta com alguns bares e restaurantes – não fui em nenhum mas imagino que comer por ali não seja problema. Sinal de internet? Esqueça, nenhum dos celulares pegou sinal nenhum enquanto estávamos lá (e no trecho de estrada ficou completamente sem sinal).

Paranapiacaba

Paranapiacaba

Mas mesmo as coisas dando meio que errado, eu gostei de ir até lá e fiquei com vontade de voltar outro dia – mas na próxima vez vamos chegar pela manhã!

E você, já fez esse passeio até a Vila de Paranapiacaba? Conta aqui nos comentários como foi sua experiência!

SaveSave


No Instagram 📸 @paula_belotti

No Youtube