TOP
Beleza

Porque eu parei o anticoncepcional – e porque voltei a tomar

Hoje eu vim compartilhar com vocês minha experiência com anticoncepcional hormonal – a famosa pílula. Mas caso você não queira ler textão, vou começar logo pela moral da historia: não acredite cegamente em tudo que você lê pela internet, pelo menos quando se trata de saúde!

anticoncepcional

Eu tomei o mesmo anticoncepcional por 9 anos, uma das poucas pílulas feitas para uso contínuo disponíveis no mercado – sim, eu fiquei quase uma década sem menstruar, que maravilha. Até que no ano passado, de tanta gente falando de como a pílula fazia mal e de que tinham outras alternativas melhores, acabei entrando para um grupo de discussão sobre o assunto e foi aí que a coisa toda começou: de acordo com o discurso e relato das meninas nesses grupos, aparentemente todos os problemas femininos eram causados pela pílula – ok, um pouco de exagero da minha parte, mas era algo assim. Do jeito que a coisa era colocada, era como se tudo fosse melhorar para quem parasse. Depois de um tempo lendo e estudando especificamente o método sintotermal (bem popular entre quem quer engravidar, mas o que não é o meu caso), decidi que ia parar. Afinal de contas, baseado nos depoimentos, todos os meus problemas com retenção de líquido, dificuldade para emagrecer, queda de cabelo e quiçá até mal humor eram causados pela pílula – aquela que eu tomava a 9 anos e que nunca tinha me dado nenhum efeito colateral. Influenciável, eu?

Bom, aguentei por pouco mais de 3 meses. Ficar menstruada não é confortável – sim, é uma questão meio psicológica mas depois de quase uma década não ia ser fácil mesmo me acostumar né? Só que junto com isso, veio cólica (não muito forte é verdade), uma TPM que foi aumentando a cada mês, e meu cabelo começou a cair ainda mais – como se isso fosse possível! Nesses 3 meses eu não emagreci uma grama, comecei a inchar mais ainda do que o habitual – provavelmente por conta da variação hormonal – e o pior, todas as espinhas que eu não tive na minha vida, nem na adolescência, resolveram aparecer.

Além disso, o método sintotermal não é tão fácil de acompanhar como parece. Apesar de já terem aplicativos ótimos para o tracking dos dados – como o Clue e o Natural Cycles, para ele funcionar você precisa seguir algumas regras rígidas para a medição da temperatura. Tem que ter um ciclo de sono muito certinho, e nem pensar em levantar para ir ao banheiro logo que acorda. Abriu os olhos, a primeira coisa é medir a temperatura – esqueceu, já era! Não dormiu o mesmo tanto de horas? Já era também. Bebeu? Já era. Ficou resfriada? Já era.

Nesse post aqui eu conto com mais detalhes como foi usar o método sintotermal com os aplicativos Natural Cycles e Kindara.

Voltei na minha médica e o resultado foi que eu voltei para a pílula, a mesma que eu tomava antes. Voltei a tomar e automaticamente quase tudo voltou ao normal – quase, pois a minha pele continua de adolescente, mesmo após quase dois meses.

O anticoncepcional pode fazer mal para algumas pessoas mesmo, mas tem gente que se adapta super bem a ele e não é crime nenhum tomar e se sentir bem com isso. E a lição que eu aprendi foi essa – não acreditar em tudo o que falam pela internet, pois nem sempre o que funciona para um, funciona para todo mundo, em especial quando se trata de saúde!

P.S. 1: Mas em mim vocês podem acreditar hein! rsrsrs Meus relatos são sinceros! rsrs

P.S. 2: Uma alternativa que eu acho interessante, mas não usei por conta do longo prazo de duração, que achei que não compensaria para mim é o Mirena. A Nicas fez um post legal contando a experiência dela com ele.

Paula Belotti

Vive em São Paulo, é casada e tem uma gata-filha chamada Marie ♥ Moda, beleza, viagens, gatos, tech, papelaria, sorvete, sushi e blueberries, mas não tudo junto.

«

»

19 COMMENTS
  • Pamela Rebelo
    2 anos atrás

    Pa, que legal você ter compartilhado sua experiência! Não sei se você acompanha a Ju Goes, mas ela falou em um dos videos do canal que quando tentou parar de tomar pílula ele teve um cisto no ovário (!) simplesmente porque a menstruação desregulou toda e veio muito forte 🙁
    É perigoso fazer qualquer coisa por conta própria, tanto começar a tomar um remédio X quanto parar de tomar algum que você já usa faz tempo rsrsrs

    Acho que ainda não tinha visto o layout do blog, ta lindo! 😀

    Beijos!

    • Paula B
      2 anos atrás
      AUTHOR

      Legal que vc gostou do layout, eu que fiz o design!
      Não conheço ela não, mas é bem isso, todo mundo só está falando mal de pílula quando em muitos casos ela que regula as coisas dentro da gente… infelizmente as coisas não são tão simples assim!
      Bjs!

  • Tamara
    2 anos atrás

    Antes de começar a tomar pílula eu tinha cólicas terríveis e muita acne. Comecei a tomar e as duas coisas melhoraram muito. Aí uns anos atrás eu ia parar com a pílula, mas o motivo nem era a dúvida sobre fazer mal a longo prazo ou não. Bom, pra resumir posso dizer que aguentei só um mês porque todos os sintomas ruins voltaram. Essas coisas variam muito de pessoa para pessoa, no meu caso também me sinto melhor com a pílula , só trocaria quando tivesse coragem de colocar o implante hormonal.

    • Paula B
      2 anos atrás
      AUTHOR

      Também pensei no implante Tamara, mas assim como o Mirena ele tem só um dos hormônios ao contrário da pílula que eu tomo que tem dois, e a minha médica disse que pela reação que eu tive ao parar, podia ser que mesmo com ele eu continuasse com a acne, então achei melhor não arriscar…

  • Vy
    2 anos atrás

    Parar de tomar pílula acho que é uma mudança de estilo de vida. Eu acredito que dá pra parar e ter uma vida melhor, mas envolve mudar desde alimentação até hábitos do dia a dia. Eu também tomei pilula continua por muito tempo, mais pela preguiça monstro de menstruar do que qualquer coisa, mas sempre me incomodou o fato de estar jogando pra dentro do corpo esse monte de hormônio alien. Também uso o Mirena, e se você achar o médico certo, ele põe pelo convênio – se você quiser tirar antes, também pode. A única diferença que senti é que no começo tinha cólica e desce um pouco sim, mas super administrável. Colocaria o de cobre se não tivesse “medo” da cólica piorar e de não cortar de vez a menstruação (ou até piorar).

    • Paula B
      2 anos atrás
      AUTHOR

      Dizem que o de cobre sempre piora, aí você tem que tomar um outro remédio não hormonal pra controlar a quantidade de fluxo dependendo do caso… O Mirena não mudou sua pele? Pq ele tem só um dos hormônios ao contrário da pílula que eu tomo que tem dois, e a minha médica disse que pela reação que eu tive ao parar, podia ser que só com esse hormônio eu continuasse tendo acne…

  • Babee
    2 anos atrás

    Já cogitei parar de tomar, porque assim como você, eu tomo ele sem pausa há uns 9 anos. Vi muitos relatos de meninas com embolia pulmonar, trombose e etc, foi o que me deixou com medo de continuar, mas eu fiz um exame que analisa a coagulação do sangue e por enquanto, está tudo normal.

    Essas coisas vão muito além da própria pílula, vai de corpo pra corpo, o que dá certo pra mim, pode não dar certo pra você e por enquanto tem sido bom pra mim, mas estou super tentada ao Mirena, minha médica já me canta essa bola faz meses 😀

    • Paula B
      2 anos atrás
      AUTHOR

      Eu estou surpresa com a quantidade de gente usando o Mirena! Tbm estou pesquisando sobre ele, mas meu medo é não me adaptar e aí não é tão simples quanto simplesmente parar de engolir um comprimido de um dia pro outro né…

  • Patricia
    2 anos atrás

    Oi Paula!! Gostei do post!!! Eu depois de que tive a Ana Laura coloquei o Diu, coloquei o Mirena! Como tive bb recente meu médico indicou pois iria doer menos, realmente quase não senti nada e foi super tranquilo depois. Pontos positivos: não menstruar negativos: senti que as tpm aumentaram, cólicas tbm.

    • Paula B
      2 anos atrás
      AUTHOR

      Oi Paty! Quanto tempo! Tudo bem com você?
      E demorou para você se adaptar a ele? Sentiu alguma outra mudança, tipo pele? Tô pesquisando mais sobre ele…

      • Patricia
        2 anos atrás

        Tudo ótimo!! No meu caso como coloquei meses depois da gestação não senti nada! Efeito colateral somente as cólicas que aumentaram, de resto super de boa! Pele normal tbm! Absorvente por um bom tempo vai ficar na gaveta Rs bjos

  • Simone
    2 anos atrás

    Amei teu post, eu tenho microsistos e o médico me indicou o Selene, eu fiquei com receio tbm, ouvi muitos rumores no facebook, mas procurei o médico e me sinto melhor, graças a Deus
    http://www.charme-se.com/

  • Stephanie Ferreira
    2 anos atrás

    Tomei pilula uns 3 anos e parei por medo mesmo de trombose e essas coisas, comigo não fez diferença… Nunca tive problemas com cólicas fortes ou fluxo irregular, as espinhas vem na semana da TPM mas nada que eu não consiga controlar… Estou tentada a colocar o Mirena também, só que aparentemente só em hospital com anestesista por causa da diabetes :~
    É aquilo né, o problema não é nem a pilula e sim, que varia de corpo para corpo mesmo 🙂
    Beijão

    • Paula B
      2 anos atrás
      AUTHOR

      Ah mas eu só colocaria em hospital com anestesia tbm, tem gente que diz que é tranquilo mas tem gente que morre de dor, vai que eu sou do segundo grupo né? rs

  • Nicas
    2 anos atrás

    Obrigada pela indicação! <333
    Eu cogitei a pílula de uso contínuo, mas depois de ter perdido 4kg quando parei a minha "comum", não quis arriscar, e eu mais esquecia do que tomava, então acho que não ia interromper de vez a menstruação também. Sigo aqui firme e forte com o Mirena e tá cada dia melhor! \o/

    • Paula B
      2 anos atrás
      AUTHOR

      Eu não perdi uma grama quando parei a minha, pelo contrário: na TPM eu queria comer um caminhão de chocolate!

  • Rita Loureiro
    12 meses atrás

    Bom, na verdade é bem provável que esses sintomas fossem aparecer. O uso continuo de medicamentos especialmente de hormônios ingeridos de forma exógena acaba suprimindo uma serie de reações naturais do organismo. Seria como uma especie de crise de abstinencia, como quando você para o café e tem dor de cabeca. Sou a favor de uma escolha consciênte e livre, mas no seu relato percebo que realmente você interrompeu o processo de limpeza e purificação do organismo. No caso o mioma tambem é uma reação positiva e claro digna de ser curada e observada. É esse o processo natural e que deve ser auxiliado e acompanhado para a parada do uso de anticonceptivos hormonais. Existem muitos tratamentos que podem auxiliar quem deseja passar por essa mudança de vida. Basta estar aberto a se conhecer e a conhecer o corpo como algo sagrado e que merece todo carinho e cuidado.

  • sara
    3 meses atrás

    Oi Paula! Eu parei em novembro de 2016. Até agora (10 meses) só estou cada vez pior. Acne, tive que tomar remédio pra isso. Depressão e TPM, outro remedio. Cabelos caindo, outro remédio. A TPM e mudança de humor eu não consigo controlar mesmo. Não estou conseguindo lidar. Enfim, estou quase voltando a tomar porque pra mim está muito ruim. A grande maioria dos relatos que encontrei na internet e de amigas, são super positivos. Achei até que eu estava com alguma outra doença porque parecia que pra todo mundo foi a melhor coisa da vida enquanto pra mim, está tudo ao contrário. Não sou a mesma pessoa. Estou tentando lidar mas está afetando 95% minha vida, inclusive no trabalho. Gostei de saber que não foi só comigo. De qualquer forma, ainda tenho 1 mês até ir visitar a médica de novo e ver o que faço (se volto ou não)…

    • Paula B
      3 meses atrás
      AUTHOR

      Olá Sara! Foi essa a minha motivação em escrever esse post. Eu também só via histórias de gente falando que era a melhor coisa, mas entendi que cada corpo é um corpo e reage de uma forma, e sim, tem muita gente que se adapta bem aos anticoncepcionais! Eu voltei a tomar o mesmo que eu já tomava antes, quem sabe um dia eu até mude de método mas para mim é a opção mais viável ainda. Obrigada por compartilhar sua experiência também! Bjos!

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




No Instagram 📸 @paula_belotti