TOP
Viagens

Parque Aquático Thermas dos Laranjais

Fui com o marido um fim de semana desses conhecer o Thermas dos Laranjais, o maior parque aquático da América do Sul, que fica na cidade de Olímpia, interior de São Paulo (quem acompanha o meu Instagram notou quando eu fui) e agora estou aqui para contar para vocês como é o parque e se vale a pena ir.

Thermas dos Laranjais

Primeiro, a viagem: Olímpia fica lá no interiorzão de São Paulo, num lugar daqueles que é perto demais para se ir de avião e longe demais para se ir de carro para quem sai da capital. Mas fomos de carro e foram quase 5 horas de estrada (e de muitos pedágios) até chegar na cidade.

Aparentemente não tem  muita coisa para se fazer em Olímpia além do parque Thermas dos Laranjais. Há um segundo parque em construção por lá, que vai se chamar Hot Beach, mas ainda não está pronto. Como nós ficamos em um hotel anexo ao Thermas dos Laranjais, nem chegamos a sair pra ver a cidade.

Thermas dos Laranjais

O Thermas dos Laranjais se declara o maior parque aquático da America do Sul. Não sei se isso é em matéria de área ou de público, mas não senti tanta diferença de tamanho entre ele e o Beach Park. Fomos num sábado, então o parque estava cheio mas não insuportável, as filas até que eram rápidas e tinha lugar nas piscinas pra todo mundo.

O forte do Thermas dos Laranjais são as piscinas diferentonas, como uma salgada igual ao Mar Morto (você não afunda!) e outras super quentes, piscinas de ondas, além de atrações de surf e body board. Não tem muitas opções de toboáguas – para mim que só desço aqueles com bóia, só tinha dois, ambos de bóia dupla.

Uma coisa que me incomodou é que a atração Rio Lento, que deveria ser um rio calmo para se relaxar na bóia permite que pessoas entrem no rio sem bóia – e em alguns pontos ele não tem nada de lento, então quando a correnteza vem, quem está na bóia pode acabar “atropelando” as pessoas que ficam pelo rio. Eu já tinha ido nessa atração em todos os parques aquáticos que eu já fui e em nenhum deles era assim! Eu não tenho uma vasta experiência com parques aquáticos, conheço mais 3: já fui também no Beach Park no Ceará, no X-Caret e no Xel-ha, ambos no México.

Thermas dos Laranjais

O parque tem várias obras em andamento e não faz questão de escondê-las – magia Disney é uma coisa que não se vê por aqui mesmo. Pode parecer frescura, mas para um parque que já foi considerado um dos melhores do mundo, eu esperava mais cuidado com a aparência (no ranking desse ano do Trip Advisor ele não aparece). Outra coisa chata é que o local é cheio de vendedores de empreendimentos imobiliários que ficam te perseguindo pelo parque o dia todo insistindo para que você veja a apresentação do empreendimento em troca de um brinde.

Mas se você for sem grandes pretensões, é um bom lugar para relaxar nas piscinas quentinhas. O parque tem várias opções de alimentação espalhadas por todo o lugar e armários para guardar seus pertences, e os preços são acessíveis. Não é obrigatório utilizar um cartão de consumo no parque, pois as lanchonetes aceitam cartões de débito e crédito (só dinheiro de papel que não). Eu senti falta de lojas de conveniência dentro do parque (vai que você precisa comprar uma toalha ou um chinelo, por exemplo? Não tinha!). Assim como no Beach Park, o ingresso é de papel, então nada de recordação para minha coleção.

Thermas dos Laranjais

O balanço para mim é o seguinte: se você já está pela região e não vai gastar tanto tempo no deslocamento, vale a pena sim ir conhecer! Dá pra se divertir no parque e os preços são acessíveis. Mas eu não passaria 5 horas dentro do carro novamente só para ir até lá – até porque em 5 horas dá pra eu chegar em Fortaleza e ir no Beach Park, que eu gostei mais.

Paula Belotti

Vive em São Paulo, é casada e tem uma gata-filha chamada Marie ♥ Moda, beleza, viagens, gatos, tech, papelaria, sorvete, sushi e blueberries, mas não tudo junto.

«

»

7 COMMENTS
  • ALINE AMORIM
    1 ano atrás

    Não conheço essa Thermas. Eu já fui no Beach Park e amei!
    É uma pena um lugar tão grande ter algumas coisas que devem também ter incomodado outras pessoas.
    Beijos

    • Paula B
      1 ano atrás
      AUTHOR

      O Beach Park é muito bom mesmo, também adorei lá!

  • Ana
    1 ano atrás

    Não conheço o Beach Park, mas amo o Thermas. Fui apenas uma vez, mas não vejo a hora de voltar. Moro em Guarulhos, encontramos passagens aéreas baratas e fomos de avião pra São Jose do Rio Preto. De la, pegamos ônibus para Olimpia e ficamos numa pousada simples. Amo todos os toboáguas e acho graça no “rio lento” justamente por não ser lento rsrsrs. Meu preferido é aquele que termina no rio lento, que é muito rapido e se tiver agilidade vc pode ir até de pé e o maluquinho, que é o toboágua que desce deitada de frente num tapete…queria saber se você tem ideia de quanto gastou com pedágio, não vejo a hora de voltar!

    • Paula B
      1 ano atrás
      AUTHOR

      Oi Ana! Não tenho certeza mas acho que gastamos uns R$160 reais de pedágio contando ida e volta! Se prepara que a viagem é looooonga!

  • Stephanie Ferreira
    1 ano atrás

    Eu tenho um pouco de agonia de parque aquático confesso, só conheço o Wet Wild e apesar de ter me divertido muito quando fui, ainda prefiro ir até uma praia sabe? O que eu queria conhecer mesmo é o Beach Park que deve ser incrível!

    • Paula B
      1 ano atrás
      AUTHOR

      Mas pq agonia? Fiquei curiosa hahahaha
      O Beach Park é incrível mesmo!

      • Stephanie Ferreira
        1 ano atrás

        É frescura, mas piscina cheia de gente fico só pensando no tanto de xixi x_x Eu gosto dos brinquedos e talz, mas piscina cheia de humanos me da agonia

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Porque usar o Telegram
Como editar para o Instagram Stories
DIY: Porta Celular
Méliuz: Como receber dinheiro de volta




No Instagram 📸 @paula_belotti