TOP
Beleza

EWG Skin Deep: Conhecendo melhor seus cosméticos

Quem acompanha as resenhas aqui no blog e no canal já deve ter me visto falando do database do EWG- Environmental Working Group, que eu uso para avaliar as fórmulas dos produtos. Hoje resolvi vir aqui falar mais dessa ferramenta e mostrar para vocês como usá-la também – e assim conhecer melhor os produtos que você anda passando na sua pele!

EWG

O  EWG – Environmental Working Group (que em português significa Grupo de Trabalho Ambiental) é uma organização sem fins lucrativos americana especializada em pesquisa nas áreas de produtos químicos tóxicos, subsídios agrícolas, terras públicas e responsabilidade corporativa, que atua desde 1992. Segundo eles, a missão do grupo é empoderar as pessoas para viverem uma vida mais saudável em um ambiente mais saudável.

O EWG mantém um banco de dados online chamado Skin Deep, que classifica as substâncias usadas nos cosméticos com base na segurança dos seus ingredientes. Dá pra pesquisar tanto por ingrediente, como por produto. São mais de 70 mil produtos cadastrados, mas caso você não encontre o produto que está procurando – o que normalmente acontece com produtos nacionais – você pode construir o seu próprio relatório.

Como usar o database do EWG

Você pode usar o campo de busca para procurar por produto, por marca, por ingrediente (caso você queira saber sobre algum componente específico) ou pode navegar por categoria e descobrir quais produtos mais seguros em cada uma delas. Caso você não encontre o produto que está procurando, é só criar um usuário no site e clicar em “Build your own report” (crie seu próprio relatório), preencher os dados – os ingredientes precisam estar em inglês mas a maioria já vem assim na embalagem hoje em dia – e ele irá gerar as notas do seu produto. A única tela obrigatória para se preencher é a primeira. As demais, com as quantidades dos produtos você pode pular.

EWG

Ah, e fica a dica: procure no site do fabricante do produto ou de grandes lojas a lista de ingredientes do seu produto (dá uma conferidinha se bate com a da sua embalagem). Assim é só copiar e colar no site e você evita de ter que ficar lendo aquelas letrinhas minusculas e digitando nomes difíceis das substâncias químicas!

Como funciona a avaliação do EWG

Em cada avaliação, há duas notas, uma com a média das notas de cada ingrediente do produto e outra sobre a disponibilidade dos dados (que pode ser nenhuma, limitada, razoável, boa e robusta, de acordo com a informação disponível de estudos científicos)

EWG

As notas são:
1 a 2 – verde – nenhum risco ou risco baixo
3 a 6 – amarelo – risco moderado
7 a 10 – vermelho – risco alto

Claro que você tem que analisar as informações contidas no site – as vezes um produto cheio de ingredientes bons pode receber uma nota amarela apenas por causa de uma substância mais suspeita, que pode nem ser tão ruim assim. Isso ocorre, por exemplo, com “fragrance” – que o site considera nociva, mas uma fragrancia pode ser composta por inúmeras substâncias sintéticas ou naturais que nós não vamos saber quais são, então pode ser que seu produto não seja nada nocivo e esteja sendo demeritado por isso. Então o relatório serve mais como um guia quando se está – assim como eu – aprendendo mais sobre o impacto que esses ingredientes podem causar no nosso corpo.

Além do site, o EWG também mantém um aplicativo chamado Health Living, disponível para iOS e Android, onde dá pra buscar os produtos por nome e também por código de barras, e ele também dá acesso ao EWG Food Scores, que é o banco de dados que tem as avaliações de ingredientes alimentares.

Paula Belotti

Vive em São Paulo, é casada e tem uma gata-filha chamada Marie ♥ Moda, beleza, viagens, gatos, tech, papelaria, sorvete, sushi e blueberries, mas não tudo junto.

«

»

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Porque usar o Telegram
Como editar para o Instagram Stories
DIY: Porta Celular
Méliuz: Como receber dinheiro de volta




No Instagram 📸 @paula_belotti